35 passos práticos que os homens podem dar para apoiar o feminismo

“Esteja atento a diferenciais de poder com viés de gênero explícitos e implícitos em seus relacionamentos íntimos/domésticos com mulheres… seja com parceira, membros da família ou colegas de quarto.
Esforce-se para reconhecer diferenciais de poder estruturais inerentes baseados em raça, classe, gênero, orientação sexual, idade (e assim por diante). Onde você se beneficiar desses desequilíbrios estruturais, eduque-se a respeito de seu privilégio e trabalhe para encontrar formas de criar um equilíbrio de poder mais igualitário. Por exemplo, se você estiver em uma parceria doméstica onde você é o principal provedor financeiro, eduque-se a respeito da diferença salarial com viés de gênero, e trabalhe no sentido de dividir o trabalho e os recursos econômicos dentro de sua casa de um jeito que aumente a autonomia econômica de sua parceira.”
Leia a matéria completa em: 35 passos práticos que os homens podem dar para apoiar o feminismo – Geledés