Reclamar altera o cérebro e o comportamento

Ouvir alguém reclamar, mesmo que seja você mesmo, nunca fez bem.

O cérebro é um órgão complexo que, de alguma forma, funciona em conjunto com a consciência para criar a personalidade de um ser humano, sempre aprendendo, sempre recriando e se regenerando. É ao mesmo tempo o produto da realidade e o criador da realidade, e a ciência está finalmente começando a entender como o cérebro cria a realidade.

Autor, cientista da computação e filósofo, Steven Parton examinou como as emoções negativas na forma de reclamações, tanto expressas por você mesmo ou vindas de outros, afetam o cérebro e o corpo, nos ajudando a entender por que algumas pessoas parecem não conseguir sair de um estado negativo.

Sua teoria sugere que a negatividade e a reclamação realmente alteram fisicamente a estrutura e função da mente e do corpo.

“Sinapses que disparam juntas, mantêm-se juntas”, diz Donald Hebb, que é uma maneira concisa de compreender a essência da neuroplasticidade, a ciência de como o cérebro constrói suas conexões com base em tudo a que é repetidamente exposto. Negatividade e reclamações irão reproduzir mais do mesmo, como essa teoria destaca.

Vesículas e fendas sinápticas:

A explicação é simples:

  • Em todo o sistema nervoso (e especialmente no cérebro) há uma coleção de neurônios;
  • Um neurônio é ligado a outros através de sinapses;
  • Sinapse é o local de contato entre neurônios, onde ocorre a transmissão de impulsos nervosos (e informações importantes) de um neurônio para outro;
  • As sinapses são separadas por espaços vazios chamados de fendas sinápticas;
  • Sempre que você tem um pensamento, a sinapse de um neurônio dispara uma reação química através da fenda para a sinapse de outro neurônio, construindo assim uma ponte por onde um sinal elétrico pode atravessar, carregando a informação (e a emoção) relevante do seu pensamento durante a descarga;
  • Toda vez que essa descarga elétrica é transmitida, as sinapses se aproximam mais, a fim de diminuir a distância que a descarga elétrica precisa percorrer.
  • O cérebro irá refazer seus próprios circuitos, alterando-se fisicamente para facilitar que as sinapses adequadas compartilhem a reação química e tornem mais fácil para o pensamento se propagar.

Além disso, AS LIGAÇÕES ELÉTRICAS MAIS UTILIZADAS PELO CÉREBRO SE TORNARÃO MAIS CURTAS e, portanto, SERÃO ESCOLHIDAS COM MAIS FREQUÊNCIA PELO CÉREBRO. Isso explica como a personalidade é alterada.

Vamos além do efeito que a reclamação tem sobre o próprio indivíduo. Essa linha de raciocínio científico se estende até a dinâmica entre duas pessoas, explicando cientificamente como a reclamação joga outras pessoas para baixo.

Assim, quando alguém derrama um caminhão de negatividade e drama em cima de você, você pode ter certeza que está sendo afetado bioquimicamente. A exposição a esse tipo de explosão emocional realmente provoca estresse. E já sabemos que o estresse mata. Portanto, reclamação e negatividade podem contribuir seriamente para a sua morte precoce.

“… Se você está sempre reclamando e menospreza o seu próprio poder sobre a realidade, você não pensa que tem o poder de mudar. E assim, você nunca vai mudar.”

psicologiasdobrasil.com.br/ciencia-explica-porque-reclamar-altera-negativamente-o-cerebro